Início 9 linha do tempo 9 O fluxo de (des) informação sobre a guerra nas plataformas – Siga o fio 🧵

Linha do tempo

Pexels

ago 22, 2021 | linha do tempo

O fluxo de (des) informação sobre a guerra nas plataformas – Siga o fio 🧵

Pexels
COMPARTILHAR:

A guerra Rússia-Ucrânia já dura desde 22 de fevereiro de 2022 e, além da triste escalada de violência e mortes, vemos também uma série de sanções a fim de pressionar o estado russo a recuar. As sanções econômicas e políticas são endossadas por sanções tecnológicas e diversas empresas se posicionaram contra essa ofensiva. Plataformas restringiram conteúdo russo, por exemplo, e Rússia baniu empresas de seu território em represália, por exemplo. Aqui você acompanha a linha do tempo atualizada dos principais acontecimentos e impactos da guerra nas plataformas digitais, uma disputa que envolve poder, negócios, censura e liberdade de expressão:

Jornal russo suspende operação

28 de março de 2022

COMPARTILHAR:

O jornal russo Novaya Gazeta, editado pelo vencedor do Prêmio Nobel da Paz de 2021, Dmitri Muratov, suspendeu seu funcionamento temporariamente por pressão do governo russo. “Recebemos duas advertências do Roskomnadzor (regulador estatal de comunicações ). É melhor fecharmos, porque se recebermos um terceiro aviso eles podem retirar nossa licença e isso significaria nosso desaparecimento”.

COMPARTILHAR:
leia mais

Spotify deve sair da Rússia em abril

25 de março de 2022

COMPARTILHAR:

Um porta-voz do Spotify, que pediu para não ser identificado, disse que à publicação The Verge que  “infelizmente, uma legislação recentemente promulgada restringindo ainda mais o acesso à informação, eliminando a liberdade de expressão e criminalizando certos tipos de notícias coloca em risco a segurança dos funcionários do Spotify na Rússia e possivelmente até de nossos ouvintes. Depois de considerar cuidadosamente nossas opções e as circunstâncias atuais, chegamos à difícil decisão de suspender totalmente nosso serviço na Rússia”. A suspensão deve se dar em abril. 

COMPARTILHAR:
leia mais

Rússia bane Facebook e Instagram

21 de março de 2022

COMPARTILHAR:

Após a suspensão temporária das plataformas no país, a justiça russa proibiu o funcionamento do Instagram e do Facebook no país.

COMPARTILHAR:
leia mais

Facebook e Instagram voltam atrás sobre incitação à violência

14 de março de 2022

COMPARTILHAR:

Em comunicado interno, o grupo Meta voltou atrás e revogou a autorização para a publicação de conteúdos que incitem a violência ou clamem pela morte do presidente russo Vladmir Putin.

COMPARTILHAR:
leia mais

Twitter amplia restrições para a Bielorrúsia

11 de março de 2022

COMPARTILHAR:

A plataforma comunicou a inclusão de rótulos a tweets que compartilham links de meios de comunicação afiliados ao Estado da Bielorrússia, além da redução de visibilidade desse conteúdo e avisos antes do compartilhamento. Essa decisão de deu “após relatórios detalhados sobre seu papel na guerra na Ucrânia”, de acordo com o head de integridade.

COMPARTILHAR:
leia mais

Google suspende monetização

11 de março de 2022

COMPARTILHAR:

O Google Play Store também suspendeu a monetização de todos os serviços pagos na Rússia, incluindo assinaturas de aplicativos.

COMPARTILHAR:
leia mais

Facebook e Instagram permitem incitação à violência contra russos

11 de março de 2022

COMPARTILHAR:

O grupo Meta suspendeu temporariamente algumas das suas políticas de comunidade durante a guerra, de acordo com informações obtidas pela Reuters. A partir de e-mails obtidos pela agência de notícias, a empresa não irá moderar conteúdos que incitem a violência contra a Rússia e soldados russos, incluindo posts pedindo a morte do presidente russo Vladimir Putin e o bielorrusso Alexander Lukashenko.

COMPARTILHAR:
leia mais

Grupo Meta aumenta sanções à mídia estatal

8 de março de 2022

COMPARTILHAR:

A plataforma está rotulando esses links para informar que, caso acesse, será redirecionado para uma mídia estatal. Assim, os stories do Intagram que tenham um adesivo de link apontando para um site de mídia controlado pelo estado russo serão também rebaixados na seleção de stories. “Por fim, não recomendamos postagens de contas de mídia controladas pelo Estado russo no Explore e no Reels, e estamos dificultando a localização dessas contas na Busca”, destacou a empresa em comunicado oficial.

COMPARTILHAR:
leia mais

Meta restringe conteúdo russo no Reino Unido

4 de março de 2022

COMPARTILHAR:

As restrições ao RT e ao Sputnik – mídia estatal russa – já em vigor na União Europeia foram estendidas ao Reino Unido.

COMPARTILHAR:
leia mais

Grupo Meta limita anúncios na Rússia

4 de março de 2022

COMPARTILHAR:

A empresa pausou os anúncios direcionados a pessoas na Rússia e os anunciantes na Rússia – não apenas a mídia estatal – não poderão mais criar ou exibir anúncios em qualquer lugar do mundo, inclusive na Rússia.

COMPARTILHAR:
leia mais

Rússia suspende Facebook e Twitter

4 de março de 2022

COMPARTILHAR:

A Rússia bloqueou o acesso ao Facebook e ao Twitter no país. A medida é uma resposta às sanções impostas pelas plataformas nesta semana.

COMPARTILHAR:
leia mais

Rússia aprova lei “contra informações falsas”

4 de março de 2022

COMPARTILHAR:

O país aprovou uma lei que pune a publicação de “informações falsas” sobre as forças armadas russas, prevendo até 15 anos de prisão para quem publicar algo que seja considerado uma notícia falsa. Com receio de retaliação, a BBC informou a suspensão de suas operações no país e outros veículos estrangeiros temem a censura.

COMPARTILHAR:
leia mais

Google anuncia primeiras medidas

1 de março de 2022

COMPARTILHAR:

O Google bloqueou os canais do YouTube conectados a RT e Sputnik – mídia estatal russa – em toda a Europa, além da impossibilidade de esses canais monetizarem qualquer conteúdo na plataforma. A empresa também limitou as recomendações para os canais financiados pelo estado russo e removeu, no YouTube, canais e vídeos com práticas enganosas.

COMPARTILHAR:
leia mais

Meta aumenta restrições a conteúdo russo

1 de março de 2022

COMPARTILHAR:

Além de restringir o acesso ao RT e Sputnik em toda a União Europeia, a empresa começou a rebaixar globalmente o conteúdo do Facebook e Instagram de meios de comunicação controlados pelo estado russo, tornando-os mais difíceis de encontrar. Além disso, começou a rebaixar postagens que contêm links para sites de mídia controlados pelo Estado russo no Facebook e rotular os links com mais informações.

COMPARTILHAR:
leia mais

Inclusão de rótulos no Twitter

28 de fevereiro de 2022

COMPARTILHAR:

O head de integridade do Twitter anunciou também a inclusão de rótulos em tweets que compartilham links de sites da mídia estatal russa com o intuito de “reduzir esse tipo de conteúdo no Twitter”.

COMPARTILHAR:
leia mais

Grupo Meta restringe mídia russa em toda a União Europeia

28 de fevereiro de 2022

COMPARTILHAR:

Grupo Meta o acesso ao RT e ao Sputnik – mídia estatal russa – em toda a União Europeia dada a “natureza excepcional da situação atual”.

COMPARTILHAR:
leia mais

União Europeia impõe sanções à mídia russa

28 de fevereiro de 2022

COMPARTILHAR:

O Conselho da União Europeia impôs sanções aos canais de estatais da Rússia, RT/Russia Today e Sputnik. A sanção segue até que que a agressão à Ucrânia seja encerrada e “até que a Federação Russa e seus órgãos associados deixem de realizar ações de desinformação e manipulação de informações contra a UE e seus estados membros.” Veja trecho do anúncio: “A Federação Russa se engajou em uma campanha sistemática e internacional de desinformação, manipulação de informações e distorção de fatos , a fim de aprimorar sua estratégia de desestabilização de seus países vizinhos, a UE e seus estados membros. Em particular, a desinformação e a manipulação da informação têm visado repetidamente e consistentemente os partidos políticos europeus, especialmente durante os períodos eleitorais, a sociedade civil e as minorias étnicas e de gênero russas, os requerentes de asilo e o funcionamento das instituições democráticas na UE e seus estados membros”.

COMPARTILHAR:
leia mais

Facebook suspende mídia russa na Ucrânia

27 de fevereiro de 2022

COMPARTILHAR:

A pedido do governo urcaniano, o Grupo Meta restringiu o acesso a várias contas na Ucrânia, incluindo aquelas que pertencem a algumas organizações de mídia estatal russa.

COMPARTILHAR:
leia mais

Facebook suspende monetização de mídia russa

26 de fevereiro de 2022

COMPARTILHAR:

O grupo Meta divulgou a proibição de anúncios da mídia estatal russa e removeu a capacidade de monetização de suas contas.

COMPARTILHAR:
leia mais

Twitter anuncia primeiras medidas

25 de fevereiro de 2022

COMPARTILHAR:

O Twitter anunciou medidas para conter ou moderar conteúdos no contexto da guerra. Entre as medidas está a suspensão do sistema de recomendação de pessoas que o usuário não segue na timeline de quem está em território russo ou ucraniano. Além disso, a plataforma também suspendeu conteúdo patrocinado dos dois países. A big tech também incluiu um espaço – Moments – atualizado com fontes confiáveis de informação.

COMPARTILHAR:
leia mais

Início da guerra

24 de fevereiro de 2022

COMPARTILHAR:

Após semanas de uma escalada de tensão, a Rússia invadiu o território ucraniano na madrugada do dia 24 por terra, ar e mar iniciando uma série de ataques com mísseis e bombas.

COMPARTILHAR:
leia mais

 

COMPARTILHAR:
0
Would love your thoughts, please comment.x